Comércio Internacional

A expressão Comércio Internacional designa o conjunto de fluxos de mercadorias que são objeto de troca entre os diferentes espaços econômicos nacionais, sendo medido pelo total das exportações mundiais. No seu sentido mais amplo, além das mercadorias, podem ser também considerados os fluxos de serviços.

São várias as formas de avaliação quantitativa do comércio internacional, entre elas o saldo da balança comercial (diferença entre as exportações e as importações), a taxa de cobertura (coeficiente entre as exportações e as importações), o esforço de exportação (exportações medidas em percentagem do PIB) e taxa de penetração (importações medidas em percentagem da procura interna).

A teoria econômica propõe diversas explicações para a existência de comércio internacional: a primeira e mais óbvia é a existência de diferenças nas dotações(renda destinada) de fatores produtivos; a outra é a existência de diferenças tecnológicas e a consequente possibilidade de especialização. No modelo de David Ricardo, demonstra-se que as diferenças de dotação de fatores produtivos e de tecnologias leva à existência de vantagens relativas entre os países, conduzindo à especialização e aos ganhos de comércio.

Anúncios
Esse post foi publicado em C. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s