Bem

Do ponto de vista da economia, um bem é algo, material ou imaterial que, quando utilizado ou consumido, satisfaz uma necessidade concreta sentida pelo Homem. Uma refeição é um bem porque satisfaz uma necessidade concreta quando é consumida: neste caso a necessidade fisiológica de alimentação. Da mesma forma, o trigo é também um bem na medida em que satisfaz uma necessidade concreta quando é utilizado como matéria-prima na produção de farinha para posteriormente ser utilizada no fabrico de pão e de outros bens.

O conceito de bem está, desta forma, diretamente relacionado com o conceito de utilidade dado está não é mais do que a satisfação ou prazer que os consumidores retiram do consumo ou utilização de determinado bem.

 

Bens Livres x Bens Econômicos
Sempre que estes bens existam na Natureza em quantidade ilimitada ou pelo menos superior à quantidade necessária para satisfazer as necessidades existentes (por exemplo o ar respirável ou a luz do Sol), diz-se que estes bens são livres. Contudo, a grande maioria dos bens existe em quantidade limitada ou insuficiente para satisfazer todas as necessidades humanas, ou seja, são escassos. Neste caso diz-se que estes bens são bens econômicos e passam a adquirir um determinado preço. Por exemplo, há algumas dezenas de anos os lugares de estacionamento nas grandes cidades eram superiores às necessidades – neste caso o bem lugar de estacionamento era livre e, portanto gratuito. A partir do momento em que os lugares de estacionamento começaram a ser escassos, este passaram a ter um preço, isto é, deixaram de ser livres para passarem a constituir um bem econômico.

 

Classificação dos Bens Econômicos:

No caso dos bens econômicos, estes podem ser classificados de diferentes formas, entre as quais as seguintes:

– Quanto à sua duração (duradouros / não duradouros): Consideram-se bens duradouros quando podem ser utilizados mais do que uma vez como por exemplo um carro, o vestuário, a casa e as máquinas; consideram-se bens não duradouros aqueles que apenas podem ser utilizados uma vez tais como os alimentos, os combustíveis ou os serviços.

– Quanto à sua função (bens de produção / bens de consumo): Os bens de produção (também designados por fatores produtivos) são aqueles que se utilizam para a produção de outros bens tais como as matérias primas e os equipamentos; os bens de consumo são bens que satisfazem diretamente as necessidades humanas, entre os quais os alimentos, o vestuário e os serviços lúdicos.

– Quanto às suas relações recíprocas (bens substitutos e bens suplementares): Dois bens são substitutos entre si se for possível a sua substituição para satisfação da mesma necessidade (como por exemplo o sumo e a cola ou a televisão e o cinema); dizem-se complementares se a satisfação de determinada necessidade se processar melhor quando foram consumidos os dois bens em simultâneo (como por exemplo o carro e a gasolina ou o fogão e o gás).

Os bens podem ainda ser divididos quanto à possibilidade ou não de armazenamento e transporte. Quando existe a possibilidade de armazenar e transportar o bem, transferindo para o futuro a sua utilização ou consumo, este pode adquirir a designação de produto; sempre que tal seja impossível, obrigando a que a sua utilização ou consumo tenha que ser efetuada no momento da sua produção, o bem adquire a designação de serviço. A distinção entre produtos e serviços pode ser efetuada também quanto à sua tangibilidade: no caso de ser um bem tangível, é considerado um produto; quanto o bem é intangível, então é considerado um serviço.

Anúncios
Esse post foi publicado em B e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s